Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Acorda Santarém

Ocupação

Lideranças comunitárias encabeçadas pelos movimentos dos sem-tetos no município planejam a ocupação da sede do governo municipal nos próximos dias. Em protesto à leniência da prefeita Maria do Carmo em não executar o programa Minha Casa, Minha Vida, os manifestantes prometem radicalizar e exigir que os órgãos fiscalizadores e a própria Prefeitura esclareçam o motivo pelo qual o governo petista ainda não construiu um único imóvel para famílias carentes através do programa.

Promotora agenda audiência com estudantes

A promotora de Justiça Maria Raimunda da Silva Tavares prometeu para a próxima quinta-feira (30), uma audiência com representantes de um grupo de estudantes secundaristas que na manhã desta segunda (27), promoveu uma manifestação contra a administração da prefeita Maria do Carmo em frente à sede do Ministério Público Estadual (MPE). Os estudantes pretendem entregar ao MP um documento apontando inúmeras irregularidades do governo Maria II. Apesar de estarem em pequeno número, os jovens manifestantes se fizeram ouvir e cobraram do MP uma atitude mais enérgica no sentido de apurar as denúncias contra a Prefeitura de Santarém. Desta vez, os jagunços da PMS não apareceram para agredir os adolescentes como ocorreu na quarta-feira (22). Leia também: Estudantes foram agredidos por seguranças da PMS durante protesto Manifestação marcou dia do aniversário de Santarém Ministério Público recomenda cassação de Maria e Inácio

Fora Maria! Estudantes programam manifestação em frente ao MP

Será na próxima segunda-feira (27), em frente à sede do Ministério Público Estadual (MPE), a nova manifestação dos estudantes santarenos contra a prefeita Maria do Carmo e seu séquito. Os manifestantes esperam ser recebidos pelos promotores de Justiça e entregar a eles documentos denunciando possíveis irregularidades na gestão municipal. No último protesto, na quarta-feira (22), ‘seguranças’ contratados pela Prefeitura repeliram com brutalidade o ato estudantil. Os brutamontes covardes agrediram com extrema violência os jovens, que apenas exerciam sua cidadania. Alguns estudantes ficaram feridos. O ‘Fora Maria!’ está ganhando corpo entre os estudantes secundaristas e universitários. Leia também: Estudantes foram agredidos por seguranças da PMS durante protesto Manifestação marcou dia do aniversário de Santarém Ministério Público recomenda cassação de Maria e Inácio

Estudantes foram agredidos por seguranças da PMS durante protesto

Por Felipe Bandeira*  Na última quarta-feira (22 de junho), dia do aniversário de Santarém, estudantes promoveram uma pequena mas barulhenta manifestação contra a situação de abandono da "Pérola do Tapajós". Vozes indignadas embaladas pela eloquência juvenil exclamavam em alto e bom som a palavra de ordem “Fora Maria!”. O ato contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas, a maioria jovens estudantes secundaristas do colégio Santa Clara. Os manifestantes concentraram-se durante a tarde em frente ao prédio da Prefeitura, e por volta das 18h30, saíram em passeata direcionados à orla da cidade. Nas ruas de Santarém, os indignados cidadãos denunciavam a péssima situação dos serviços públicos da cidade, como educação, saúde, transporte e infra-estrutura. No percurso, muitas pessoas que passavam em seus carros, ou mesmo homens e mulheres que corriam curiosos para frente das suas casas, manifestaram apoio ao movimento. Ao chegar à orla, os manifestantes foram duramente

Manifestação marcou dia do aniversário de Santarém

Ontem, 22 de junho, dia do aniversário de Santarém e último dia da visita do governador Simão Jatene, uma pequena, mas barulhenta manifestação percorreu algumas ruas da cidade protestando contra a situação de abandono da cidade.  Promovida por um grupo de estudantes, o protesto recebeu apoio dos candidatos aprovados no concurso do governo do estado, que aguardam por sua nomeação e também de líderes comunitários. O principal alvo da revolta estudantil foi a prefeita Maria do Carmo.