Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Anselmo Colares

Professores da Ufopa são agredidos por seguranças de bar

Um fato lamentável ocorreu na madrugada do último sábado (18), no interior do ‘Estação Bar’, localizado na avenida Mendonça Furtado, no centro de Santarém. Um grupo de professores da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foi agredido por seguranças, durante uma confusão na saída do bar. Entre os professores estava Anselmo Colares, atual vice-reitor e candidato à reitoria da Ufopa, pela chapa Somos Ufopa. O caso foi registrado na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde os servidores da Universidade Federal denunciaram os seguranças por agressão. Anselmo Colares estava com sua esposa, a também professora Lilia Colares, e mais dois casais de amigos: João Ricardo e esposa, Eliane Flexa e o esposo Jairson, além da professora Socorro Pena. Os amigos foram ao ‘Estação Bar’ assistir ao show do cantor Wanderley Andrade. De acordo com relato das próprias vítimas, os professores Lília, Anselmo e Socorro decidiram sair mais cedo. Porém, os segurança não permitiram que saí

Opinião: A morte do reitor vai despertar que reação?

"E como a comunidade universitária se comporta diante disso? Onde fica a solidariedade aos gestores vivos que também estão a sofrer sob esse fogo cruzado?"  Por: Anselmo Colares* Quando buscamos nos acercar das informações mais amplas vemos que o caso enseja uma profunda reflexão e exige posicionamento coletivo. Nas universidades federais, os reitores estão no fogo cruzado. De um lado, as demandas e cobranças internas para que eles façam valer a autonomia estabelecida na Constituição Federal, quanto a direitos de servidores e ampliações de processos democráticos; e de outro lado, a pressão dos órgãos de controle, desde auditores, procuradores, e toda a cadeia que constitui o estado policial, que não hesita em aplicar punições esdrúxulas. E como a comunidade universitária se comporta diante disso? Onde fica a solidariedade aos gestores vivos que também estão a sofrer sob esse fogo cruzado? Quem são os nossos verdadeiros algozes? Colegas que em um dado momento est