Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BNDES

Santarém receberá Festival Música na Estrada

O município de Santarém está entre as cidades selecionadas para receber patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvi-mento Econômico e Social (BNDES) a partir do deste bimestre. O resultado da seleção de projetos culturais que reverão os incentivos da instituição foi divulgado esta semana. A chamada pública selecionou três eventos literários e um festival de música com início entre setembro e outubro. Entre os projetos selecionados para o período, o Festival Música na Estrada ocorre em seis cidades da Região Norte: Santarém, Belém, Boa Vista, Macapá, Manaus e Porto Velho. A novidade para este ano é que a Região Centro-Oeste será contemplada, e Brasília estará no roteiro da 6ª edição do festival. Nesta edição o projeto oferece uma programação musical incluindo música popular e apresentações de dança e artes cênicas, além de promover apresentações em abrigos para a melhor idade, hospitais e instituições como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). No segmento literário s

MPF processa Norte Energia, Ibama e BNDES

O Ministério Público Federal iniciou mais uma ação judicial contra irregularidades no projeto da hidrelétrica de Belo Monte no Pará. Dessa vez, os índios Xikrin, moradores do rio Bacajá, teriam seus direitos violados pela Norte Energia, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com o início da obra. O Bacajá deságua no Xingu exatamente no trecho do rio que vai perder 80% da vazão, a Volta Grande do Xingu. Mas até agora, mesmo com previsão no licenciamento da obra, não foram esclarecidos os impactos sobre o ecossistema nem garantidas compensações aos índios. Por causa da ausência de previsão de impactos e compensações aos Xikrin, o MPF pediu à Justiça a suspensão da Licença de Instalação de Belo Monte até que a Norte Energia apresente conclusões sobre os impactos e compensações à população indígena. O MPF ainda pediu que o desvio da água do rio para as turbinas de Belo Monte – com a formação do chamado Trecho

Jordy quer saber quanto BNDES e Caixa financiaram em obras da Copa e hidrelétricas

A mesa da presidência da Câmara recebeu esta semana requerimento de informação protocolado pelo deputado Arnaldo Jordy (MD/PA), que deve ser encaminhado ao Ministro da Fazenda, Guido Mantega, para que este informe acerca dos financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e pela Caixa Econômica Federal às obras da Copa do Mundo de 2014, bem como dos financiamentos das hidrelétricas, no período de 2008 a 2013. De acordo com o autor do requerimento, existem suspeitas de desperdício de recursos públicos, pois em alguns empreendimentos, como na obra do estádio do Itaquerão, na capital paulista, sequer teriam sido apresentadas garantias para obtenção de empréstimo, mesmo com valores alcançando a casa dos bilhões de reais. O parlamentar quer saber em detalhes do Ministério qual o montante financiado pelo BNDES e pela CEF às obras relativas à Copa do Mundo do ano que vem para estádios, linhas de trem, metrô, veículos leve (sobre trilhos e sobre