Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Barco explode no rio Tapajós

Encontrado segundo corpo da explosão de barco em Santarém

Sobe para dois, o número de mortos na explosão do barco Hannah Janessa, ocorrido na noite desta quarta-feira (5), no porto do DER, em Santarém, no oeste do Pará. Pela manhã, foi encontrado o corpo de Haroldo da Silva Reis (atualizado às 19 horas) . Ele era um dos passageiros da embarcação. Á à tarde, o corpo da segunda vítima foi resgatado das águas do Rio Tapajós pelo Corpo de Bombeiros. Trata-se de  Roberto Pinho Borges, de 68 anos. No Hospital Regional do Baixo Amazonas permanece internado em estado grave, Carlos Campos do Amaral Neves, 22 anos, filho do dono da embarcação. Ele teve mais de 80% do corpo queimado. A Capitania dos Portos vai instaurar um inquérito administrativo para apurar as causas da explosão. Nota do PSM:  Dos 15 pacientes atendidos no PSM/HMS 12 já foram liberados. Ainda permanecem em observação Maria Silva Araújo, de 37 anos, que aguarda reavaliação, podendo ter alta a qualquer momento. José Augusto da Silva Sousa, de 60 anos, está com suspeita de fratu

Barco explode no rio Tapajós e deixa 16 feridos

Uma explosão em um barco de passageiros deixou pelo menos 16 pessoas feridas na noite de ontem, no porto do DER, no bairro da Prainha, em Santarém, no oeste do Pará. Um homem ficou gravemente ferido. Ele teve queimaduras em mais de 80% do corpo. A explosão ocorreu por volta das 21 horas. No interior da embarcação Hannah Janessa, que faz linha para a região do Lago Grande, havia cerca de 20 pessoas. O total de passageiros e tripulantes ainda não foi confirmado. Segundo relato de uma das vítimas, o barco atracou, à tarde, na escadaria localizada em frente à cidade, nas proximidades da praça da Matriz. De lá, seguiu para o porto do DER. “Ninguém entendeu muito bem o motivo pelo qual o barco parou ali, naquele porto, já que não é rota do barco. Eu estava com a minha mãe, quando ouvimos uma explosão muito forte. Nós estávamos na parte superior da embarcação e não percebemos o que ocorreu. Só vi as pessoas gritando e depois vi que havia fogo. Não tive outra reação, peguei a minha mãe