Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bolsa Família

Governo divulga calendário de pagamento do Bolsa Família para 2020

O governo divulgou o calendário do Bolsa Família para todos os meses deste ano. Em janeiro, o pagamento inicia no dia 20 para as famílias cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 1. O número vem impresso no cartão do programa, Quem tem cartão com final 2 pode sacar o benefício no segundo dia de pagamento, e assim por diante, até o dia 31. Em fevereiro, os primeiros pagamentos serão feitos no dia 12 e seguem até o 28 de fevereiro. O calendário completo pode ser conferido abaixo: Criado em 2003 como programa de distribuição de renda, o Bolsa Família atende a famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa, e de pobreza, com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00. No caso das famílias pobres, tem acesso ao benefício aquelas com gestantes e crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos. Em 2019, pela primeira vez, o Bolsa Família pagou a 13ª parcela do benefício. Neste ano, o chamado abono natalino, que consiste no pagamento em dobro da parc

Caixa começa a pagar hoje décimo terceiro do Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família começarão a receber nesta terça-feira (10) o abono natalino, equivalente ao décimo terceiro do benefício. Instituído pela Medida Provisória 898, editada em outubro, o abono consiste no benefício pago em dobro em dezembro. Segundo a Caixa Econômica Federal, que administra os pagamentos, 13,1 milhões de famílias estão sendo atendidas pelo Bolsa Família em dezembro. Neste mês, o governo desembolsará R$ 2,5 bilhões com o pagamento do benefício deste mês, mais R$ 2,5 bilhões com o décimo terceiro. O benefício extra será pago com o mesmo cartão, nas mesmas datas e por meio dos mesmos canais pelos quais os beneficiários recebem as parcelas regulares do Bolsa Família. Os beneficiários que recebem por meio de crédito em conta poupança ou na conta Caixa Fácil terão o valor do abono natalino creditado nas mesmas contas. O calendário de pagamentos seguirá o dígito final do Número de Inscrição Social (NIS) do responsável familiar apresentado no cartão do program

Bolsa Família passará a exigir número de telefone celular

Beneficiários do Bolsa Família deverão informar o número do celular ao preencher ou atualizar seus dados no Cadastro Único (CadÚnico), lista da população pobre atendida por programas sociais do governo. O objetivo é melhorar a comunicação direta com quem recebe Bolsa Família, por mensagens de texto (torpedos). A iniciativa faz parte de um pacote de medidas adotadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, depois do tumulto que se seguiu à antecipação de pagamentos do Bolsa Família pela Caixa Econômica Federal, em maio, quando milhares de beneficiários assustados com boatos sobre o fim do programa lotaram agências do banco num sábado e num domingo. A decisão de exigir o número do celular no CadÚnico foi informada ao GLOBO nesta terça-feira pela ministra Tereza Campello. Segundo ela, uma instrução nesse sentido será repassada a todas as prefeituras do país. Atualmente, o cadastro contém um campo destinado ao número de telefone do beneficiário, mas o preenchimento não

Boato sobre Bolsa Família chegou a ao menos 12 estados

O falso boato sobre a suspensão dos pagamentos do Bolsa Família chegou a pelo menos 12 estados, segundo informou neste domingo (19) o Ministério do Desenvolvimento Social, responsável pelo programa. A falsa informação, já desmentida pelo governo , se espalhou em várias regiões do país e gerou tumulto, com beneficiários correndo às agências da Caixa para sacar dinheiro do programa. Até por volta de 14h50 deste domingo, a pasta havia contabilizado problemas em ao menos 113 agências da Caixa, sendo o Ceará o estado mais afetado . Houve registro de tumulto em 9 agências em Alagoas , 15 na Bahia, 14 em Pernambuco, 18 na Paraíba , 34 no Ceará, 8 no Piauí e 13 no Maranhão. Também foram afetadas agências de Sergipe e Rio Grande do Norte, mas o número ainda não foi fechado. O ministério não contabilizou os casos no Amazonas, Pará e Rio de Janeiro. Em Santarém, até por volta das 19 horas ainda havia gente nas filas dos terminais eletrônicos da Caixa Econômica, localizados nas avenidas Bor

Bolsa Família: Santarém é contemplada com mais 3 mil bolsas

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome acaba de informar a secretária municipal Ana Elvira, titular da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), que o município de Santarém foi contemplado com mais 3 mil bolsas famílias. Sendo assim, o número de beneficiários chega a 26 mil. Foi uma conquista de um trabalho sério e responsável feito pela titular da Semtras, cujo cargo está sendo cobiçado vorazmente pelos lobos da política santarena. A Semtras também recebeu um prêmio em Brasília por seu trabalho em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde no cuidado a crianças desnutridas e gestantes.

Congresso aprova R$ 755 milhões para pagar reajuste do Bolsa Família

O Congresso Nacional (sessão conjunta da Câmara e do Senado) aprovou nesta quinta-feira quatro projetos de crédito suplementar para custear programas e ações a serem implementadas neste ano e que não haviam sido incluídos no Orçamento. O principal deles (PLN 1/11) abre crédito suplementar no valor de R$ 755 milhões para pagar o reajuste dos benefícios do programa Bolsa Família.  O menor valor pago passou de R$ 22 para R$ 32, e o maior passou de R$ 200 para R$ 242. Os recursos estão sendo retirados da reserva de contingência do Orçamento. Os valores foram reajustados por decreto, em março. Também foi aprovado o PLN 4/11, que abre crédito suplementar no valor de R$ 205,6 milhões para viabilizar o programa Brasil Sem Miséria, por meio de ações dos ministérios do Meio Ambiente, da Integração Nacional e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.  Os recursos serão utilizados pelos três ministérios, respectivamente, no pagamento pela prestação de serviços de conservação de recursos natu

Prazos para registro de dados do Bolsa Família terminam nesta semana

Os prazos para registro de informações relativas à saúde e educação dos beneficiários do Programa Bolsa Família terminam nesta semana. O prazo para informar a frequência escolar referente a abril e maio vai até quarta-feira (29/6) e o da agenda de saúde até sexta-feira (1°/7). As informações abrangem 8,2 milhões de alunos e 5,7 milhões de famílias. As prefeituras e os ministérios da Educação (MEC) e Saúde são parceiros do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) na gestão do programa de transferência de renda. Relatórios parciais apontam que 53% dos 10,7 milhões de famílias tiveram os dados registrados no sistema do Ministério da Saúde e 55% dos 16,7 milhões de alunos de 6 a 17 anos, no aplicativo do MEC. A presença de crianças e adolescentes na escola é acompanhada bimestralmente pelo MDS e pelo Ministério da Educação. Para continuar a receber a transferência de renda, os alunos de 6 a 15 anos precisam assistir, no mínimo, a 85% das aulas a cada mês. A exigênc