Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Caravana da Biblioteca

Caravana da biblioteca completa 12 anos de história

Cumprindo seu papel de incentivo à leitura, o projeto Caravana da Biblioteca em Ação comemora 12 anos de história no município de Oriximiná, oeste paraense, e entra num novo ciclo de trabalho. Agora, além das tradicionais lendas da região como Vitória-Régia, Boto e Cobra Grande, o projeto apresenta também grandes clássicos da literatura infantil. “No ano passado as escolas fizeram uma avaliação sobre a Caravana e indicarem dois contos de literatura infantil e uma lenda. Os mais votados foram ‘A Bela e Fera’, ‘O Mágico de Oz’ e a ‘Lenda do Sapucuá’, que é regional”, explica Silvia Printes, diretora da Biblioteca Municipal Enéas Cavalcante, responsável pelo projeto que também tem apoio da Mineração Rio do Norte. Cada passo do projeto é minuciosamente planejado, com o objetivo de encantar o exigente público infantil alcançado pela Caravana. Por isso, a seleção dos artistas que cantam, dançam e contam as histórias é realizada com rigor. Somente participam do projeto aqueles com experiênci

Parceria contribui para a formação de leitores

As parcerias público-privadas que trouxeram ganhos a vários setores brasileiros agora dão certo também no campo da formação de leitores. O projeto Caravana da Biblioteca em Ação, que leva às escolas de Oriximiná contos da região por meio do teatro, dança e música conquistou espaço e ganhou o respeito dos oriximinaenses. Executado pela Secretaria Municipal de Cultura por meio da Biblioteca Municipal Enéas Cavalcante, com incentivo da Mineração Rio do Norte (MRN), por meio da Lei Rouanet, o projeto ganhou maturidade e ocupa, atualmente, espaços em seminários, eventos comemorativos e festivais locais. É resultado de um trabalho gradual realizado ao longo de dez anos. “Nós saímos da estatística nacional, que diz que no Norte se lê um livro por ano. Aqui na biblioteca, por causa do projeto, tem criança que lê uma média de seis livros por semana”, comemora Silvia Printes, diretora da Biblioteca Municipal Enéas Cavalcante e coordenadora do Projeto. Em 2011, a Caravana ampliou seu campo