Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Igreja católica

Diocese de Santarém terá quatro momentos especiais no Ano do Jubileu da Misericórdia

A Diocese de Santarém, no oeste do Pará, vai realizar quatro Jubileus da Misericórdia este ano, em celebração ao Ano Santo Extraordinário da Misericórdia instituído pelo Papa Francisco. O período jubilar começou em 8 de dezembro de 2015 e encerrará em 20 de novembro de 2016. O ciclo dos quatro Jubileus inicia no próximo sábado, dia 14 de maio, com o Jubileu dos Adolescentes e Crismandos que acontecerá por áreas e regiões pastorais em toda a diocese. O coordenador Diocesano de Pastoral, frei Gregório Joeright, explica que a realização dos jubileus é para animar o espírito de misericórdia: “Com o tema do ano santo ‘Sede misericordiosos como o pai é misericordioso’, queremos pedir a misericórdia de Deus. A palavra misericórdia significa o coração que abraça a miséria. Na pessoa de Jesus, Deus nos abraçou na nossa miséria como pecadores. Depois queremos praticar a misericórdia com os nossos irmãos, especialmente os mais necessitados”. O primeiro jubileu, segundo o frade, irá celebrar a

Padre é condenado por pedofilia no Amazonas

Por: Joana Queiroz* O italiano Piergiorgio Albertini, o “Padre Jorge”, 72, é o primeiro bispo da Igreja Católica condenado pela justiça Amazonas pelo o crime de estupro de vulnerável contra três crianças, todas de famílias pobres, que frequentavam a casa paroquial de Cristo Rei, no Município de Boba (a 215 quilômetros de Manaus, no rio Madeira), onde o padre exercia o sacerdócio há mais de uma década. Na última terça-feira, ele foi sentenciado pelo juiz Eliézer Fernandes Júnior a cumprir nove anos de prisão em regime fechado. Até a última sexta-feira, Padre Jorge ainda não havia sido encontrado para tomar ciência da sentença. De acordo com o juiz, ainda não é possível dizer se ele está foragido ou não, já que o seu passaporte está em poder do juiz. Nos últimos meses, ele alegou estar doente e chegou a se ausentar da cidade sem autorização judicial. Desde que passou a ser investigado, em 2003, ele foi afastado das funções que exercia na basílica de Santo Antônio, prelazia de Borba. Pad