Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Lira Maia e Maria do Carmo

Desfaçatez: Lira e Maria juntos pelo Tapajós

Desde ontem, que o ex-prefeito Lira Maia e a atual prefeita de Santarém, Maria do Carmo, andam juntos e de mãos dadas, visitando os veículos de comunicação da cidade. Querem que a imprensa santarena colabore com o movimento pela criação do Estado do Tapajós, divulgando as ações das frentes parlamentares e demais atividades desenvolvida pelos coordenadores, a custo zero. Quando é para investir em mídia pesada, no entanto, os espertalhões excluem os veículos de comunicação local, preferindo gastar dinheiro com a imprensa da capital. Sempre foi assim. A dupla tentará convencer a população, através dos jornais, rádio e televisão do município, a também colaborar com os cofres do movimento. Vão começar uma campanha na qual pretendem pedir que cada morador doe R$ 6,00 para custear os gastos com as peças publicitárias e demais despesas. A campanha de publicidade, que será desenvolvida pelo publicitário e mensaleiro, Duda Mendonça, está orçada em R$ 10 milhões. Segundo Lira e Maria, desse

Estado do Tapajós une adversários políticos

Contando ninguém acredita. O ex-prefeito Lira Maia e a atual prefeita de Santarém, Maria do Carmo Martins, adversários políticos declarados, deixaram as divergências de lado para se enrolaram juntos na bandeira pela criação do Novo Estado. Quem participou da carreata promovida para a elite política e empresarial da região, na última sexta-feira (3), viu o quão unidos estão Maia e Maria, que agora dividem o mesmo palanque, em prol do futuro Estado do Tapajós. Lira Maia, o pai do Mutirão da Vergonha, foi responsável por uma série de desmandos que sangrou os cofres públicos durante os 8 anos em que governou Santarém. Ele é hoje o maior ficha suja do país e o parlamentar com o maior número de processos no STF. Maria do Carmo, por sua vez, faz uma gestão desastrosa e decepcionante. Ela comete os mesmos erros e vícios de seu antecessor. Em seu governo, por exemplo, o nepotismo, característica marcante de LM, é uma prática comum. Sua administração tem tantas irregularidades quanto teve