Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo agricultura

Pará deve alcançar neste semestre status livre de febre aftosa

No final de janeiro de 2013, as últimas propriedades rurais no Pará que ainda aguardavam o resultado dos novos testes de controle da febre aftosa tiveram confirmada a negatividade sorológica dos animais sentinelas. Com esse resultado favorável, foram encerradas as atividades de campo do inquérito soroepidemiológico no Estado do Pará, onde foram testadas mais de 13 mil amostras, coletadas em 382 propriedades, em 58 municípios. Depois de cumprir todas as exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Pará se prepara para receber o reconhecimento nacional de status livre de febre aftosa, o que está previsto para acontecer ainda no primeiro semestre de 2013. A expectativa é que em 2014 o Estado receba o reconhecimento internacional. Mas antes, por decisão do Mapa, é preciso aguardar a confirmação da ausência da circulação viral nos Estados vizinhos do Nordeste - Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas. Investimentos – Pa

Brasil quer que 16 estados sejam reconhecidos internacionalmente como livres de febre aftosa sem vacinação

O Ministério da Agricultura pretende que, até 2013, 16 estados brasileiros sejam reconhecidos internacionalmente como áreas livres de febre aftosa, sem vacinação. No momento, apenas Santa Catarina detém esse reconhecimento da Organização de Saúde Animal (OIE). O Rio Grande do Sul está entre os estados livres da aftosa, mas com vacinação. De acordo com o diretor do Departamento de Saúde Animal do ministério, Guilherme Henrique Marques, os estados do Maranhão, Piauí e de Pernambuco já estão em condições de iniciar o processo epidemiológico, com a correção de determinadas ações, para ter o reconhecimento de áreas livres da febre, com vacinação. Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas ainda precisam corrigir as estruturas de controle de forma mais incisiva para obter o reconhecimento. O diretor destaca que durante todo o mês de novembro o rebanho nacional deve ser vacinado contra a aftosa. A campanha nacional começa na terça-feira (1º). De acordo com ele, o pecuarista que não vac

Santarém recebe Encontro Brasileiro de Bubalinocultores

No período de 11 a 14 de setembro de 2011, acontece o IX Encontro Brasileiro de Bubalinocultores, em Santarém. Promovido pelo Sindicato Rural de Santarém (SIRSAN) e Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), o encontro tem como objetivo o intercâmbio de informações e a troca de experiências entre criadores, técnicos e especialistas da área, de diferentes regiões do país. O evento inicia no próximo domingo (11), às 19 horas, com palestra do secretário de Agricultura do estado do Pará, Hildegardo Figueiredo Nunes, que abordará o tema “O Búfalo na Amazônia”. Durante o encontro serão discutidos temas como reprodução, manejo, nutrição e alimentação de búfalos, além dos aspectos sociais, econômicos e ambientais da bubalinocultura.

Caravana debaterá desenvolvimento agropecuário em Santarém

A Caravana da Produção Agropecuária chegará ao município de Santarém, no oeste do Pará, nesta terça-feira (09), para traçar ações estratégicas voltadas ao desenvolvimento agropecuário da região. O projeto da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) busca discutir os problemas em cada região, para fomentar o desenvolvimento econômico. Da reunião, que acontecerá no auditório do campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa), participarão secretários municipais, lideranças locais e produtores rurais. Em um questionário, distribuído pela Sagri na reunião preparatória, serão levantados os problemas que dificultam o crescimento das atividades no campo em cada região. De posse dessas informações, governo e produtores buscarão um novo modelo para a produção rural do Pará. O encontro com a Caravana reunirá representantes dos 13 municípios da região do Baixo Amazonas. A Caravana é formada pelos cinco órgãos que integram o Sistema Estadual de Política Agrícola, Agrária e Fundiária: Sag

Governo do Pará aperta o cerco contra a febre aftosa

O governo vai intensificar a vacinação e fiscalização do rebanho bovino para manter o Pará livre da febre aftosa.  Nesta sexta-feira (10), o governador Simão Jatene e o ministro da Agricultura e Pecuária, Wagner Rossi, assinam convênio de inspeção e defesa animal no valor de mais de R$ 47 milhões.  A assinatura acontecerá durante a 18ª Exposição do Pólo Carajás, em Redenção, no sul do Pará. Também participarão do evento os secretários de Governo, Sérgio Leão, e da Agricultura, Hildegardo Nunes. (Agência Pará)