Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo biólogos reféns

Sob pressão, governo suspende estudos de barragens no rio Tapajós

Pressionado por dois meses de enfrentamento e resistência dos indígenas Munduruku , o governo federal suspendeu as pesquisas da região do rio Tapajós para a construção de hidrelétricas. O anúncio foi feito durante reunião em praça pública no final da tarde deste domingo, 23, em Jacareacanga , extremo oeste do Pará. Os pesquisadores que estavam em área indígena deixaram a cidade. “A Funai e o governo federal como um todo está suspendendo qualquer pesquisa que estiver sendo feita aqui na região de vocês”, afirmou a assessora da presidência da Fundação Nacional do Índio Lucia Alberg, apesar do ministro Gilberto Carvalho ter anunciado publicamente que não suspenderia nem obras, nem estudos. “Estamos nos sentindo muito felizes”, aponta o chefe dos guerreiros Paygomuyatpu Munduruku. “Ela [Funai] ainda não nos deu nenhuma prova disso, estamos esperando uma prova, mas estamos muito satisfeitos com o que ela disse”. Em maio e junho, os indígenas Munduruku realizaram um sem número de ações ex

PA: Índios recusam oferta do governo e mantêm biólogos reféns

Os índios da tribo mundurukus , que mantém presos três biólogos em Jacareacanga , na região do Alto Tapajós, no Pará, se recusaram na tarde deste domingo negociar com integrantes do governo federal para libertar os reféns. Técnicos da Secretária Geral da Presidência, dos ministérios da Justiça e de Minas e Energia, além da Funai, estão em Itaituba - 400 quilômetros de distância de Jacareacanga - e, por telefone, ofereceram aos indígenas dois aviões para que eles fossem, junto com os profissionais, para a esse município onde estão os representantes do governo. Segundo a assessoria da Secretaria Geral da Presidência, os mundurukus argumentaram que não iriam onde o governo está, e que caberia ao governo ir até onde eles estão. Os técnicos do governo estão reunidos avaliando o que fazer. Consideram, principalmente, a questão de segurança, antes de tomar qualquer decisão. Três biólogos foram sequestrados na noite de sexta-feira por índios no Médio Tapajós, no Pará , onde estão sendo fe