Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo casas noturnas

Casas de shows não cumprem lei do silêncio

Os sábados para a família da doméstica Maria das Graças Marinho, moradora da avenida Moaçara, no bairro Diamantino, nunca mais foi mesmo desde que ela ganhou um visitante pra lá de barulhento: um clube de festas, que funciona todos os finais de semana. A música estridente e com o volume acima do limite de decibéis permitidos incomoda não apenas dona Graça, mas todos os moradores que residem nos arredores do clube Ar Livre Vip. O barulho só encerra por volta das 4 horas. Mas a perturbação do sossego dos moradores não ocorre apenas com os vizinhos do clube no Diamantino. Em outros bairros onde funcionam casas noturnas, bares, boates e afins com música ao vivo, a vizinhança também não consegue viver em paz, pois não existe respeito por parte dos proprietários desses estabelecimentos com o sossego alheio. Há uma lei municipal que estabelece critérios para o uso de música ao vivo e mecânica, porém, por falta de ações e punições mais rigorosas, os abusos continuam sendo cometidos. Quem sofre