Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo combate ao desmatamento

Operação combate o desmate no oeste do Pará

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) intensificou a fiscalização na região de Novo Progresso que inclui o sul de Itaituba e Altamira, no oeste paraense. O efetivo de homens em ação na maior frente de desmatamento no Pará dobrou nesta quarta-feira (12) com a chegada da Operação Hileia Pátria, que atuará em conjunto com a Operação Onda Verde, executada no estado desde fevereiro. Coordenado pelo Ibama, o novo efetivo será envolvido, principalmente, na montagem de duas bases fixas de fiscalização em áreas críticas de desmatamento. Uma em Trairão e outra em Castelo dos Sonhos , com objetivo de reprimir novas derrubadas nas florestas ao longo da rodovia BR-163 (Cuiabá-Santarém). Além da segurança , o Exército vai apoiar o Ibama na retirada dos bens apreendidos nas fiscalizações. Os militares enviarão à rodovia BR-163 máquinas e equipamentos para reforçar a logística de retirada de tratores, caminhões , retroescavadeiras hidráulicas usadas em g

Ministério Público Federal quer impedir permissões ilegais de desmatamento para MRN

O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) encaminhou recomendação ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em que exige a não emissão de novas autorizações para desmatamento na floresta nacional (flona) Saracá-Taquera, em Oriximiná, noroeste do Estado, sem que todos os requisitos técnicos sejam atendidos. A recomendação foi expedida em virtude da expansão das atividades da Mineração Rio do Norte em jazidas de bauxita que ficam dentro da Flona. A empresa vem pressionando o ICMBio para apressar as autorizações de desmatamento e, recentemente, uma permissão foi considerada ilegal pelo MPF/PA e teve a suspensão ordenada pela Justiça Federal. Existem outros pedidos de desmatamento pendentes. A recomendação foi encaminhada nesta sexta-feira, 26 de agosto, ao presidente do ICMBio, Rômulo Mello, e à coordenadoria regional do instituto no oeste paraense. Assim que o documento for oficialmente recebido, o ICMBio tem 30 dias para tomar as providências. Se o

Operação Mamuru terá nova etapa em Juruti

Uma nova força-tarefa será feita ainda neste semestre na área do Centro de Treinamento em Manejo Florestal, instalado na gleba Curumucuri, no município de Juruti, oeste do Pará. Essa foi uma das decisões tomadas nesta sexta-feira (26), em Belém, durante reunião de avaliação da Operação Mamuru, deflagrada há cerca de duas semanas para assegurar a presença do Estado no local e impedir invasões na área. A operação, coordenada pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), contou com integrantes do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Casa Militar, Polícia Civil, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Ministério Público Estadual e do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, além de lideranças comunitárias da gleba. A operação Mamuru visava garantir a entrada de representantes do governo do Estado no local destinado à instalação do Centro de Manejo Florestal Madeireiro e Não Madeireiro

Operação Mamuru fiscaliza áreas de desmatamento em Juruti

A segunda etapa da operação Mamuru, que o governo do Estado intensificou a partir desta segunda-feira (8), na Gleba Curumucuri, a cerca de 50 quilômetros do município de Juruti, no oeste paraense, fiscalizou diversos pontos onde agentes ambientais identificaram atividades ilícitas de exploração de madeira e desmatamento na região.  A fiscalização começou no quilômetro 43 da rodovia PA-257, coordenada pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), com a parceria com a Delegacia Estadual de Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil, Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Instituto de Perícias Científicas Renato Chaves. FOTO: CLÁUDIO SANTOS/ AG. PARÁ