Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo ensino superior

Ufopa divulga resultado da 2ª Chamada do PSR 2021

A Comissão Permanente de Processos Seletivos da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) publicou nesta sexta-feira, 6 de agosto de 2021, a 2ª chamada do Processo Seletivo Regular Unificado 2021 (PSR 2021). A lista dos classificados pode ser conferida na Página de Acompanhamento do PSR2021 . O edital nº 02/2021-CPPS/Ufopa também estipula o período de habilitação para os candidatos convocados. Habilitação dos convocados — O período para os candidatos se habilitarem vai de 6 a 24 de agosto de 2021. A habilitação consiste na apresentação, pelo candidato convocado e classificado, dos documentos exigidos no edital, comprovando os dados declarados no ato da inscrição. O processo será feito exclusivamente pela Internet, através da plataforma de habilitação do PSR/2021, no endereço https://www.ufopa.edu.br/psr2021 . Para acesso, é preciso inserir o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e a senha utilizada no momento da inscrição no PSR/Ufopa 2021. Orientações — O candidato deve ent

Metade das vagas de ingresso no ensino superior do país sobrou em 2010

No ano passado, quase metade (49%) das vagas de ingresso para novos alunos oferecidas pelas universidades, centros universitários e faculdades do país não foi preenchida. Segundo dados do Censo da Educação Superior de 2010, divulgado nesta semana pelo Ministério da Educação (MEC), as 2.377 instituições de ensino superior disponibilizaram 3.120.192 vagas em seus processos seletivos, mas o número de ingressos registrados foi 1.590.212. De 1,5 milhão de oportunidades de acesso não preenchidas em 2010, a maioria era de estabelecimentos particulares. Ainda assim, sobraram 36 mil vagas em instituições públicas, especialmente nas municipais. O secretário de Ensino Superior do MEC, Luiz Cláudio Costa, reconhece que é preciso melhorar o aproveitamento das vagas das instituições que não são federais.

Aluno de universidade pública poderá prestar serviço obrigatório

Da Agência Câmara Tramita na Câmara o Projeto de Lei 326/11, do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), que obriga o recém-graduado das instituições públicas de educação superior mantidas pela União a prestar serviço social profissional pelo prazo de pelo menos seis meses, sem remuneração salarial. Pelo projeto, o serviço social será prestado de acordo com a natureza da formação acadêmica, com o objetivo de colocar à disposição da sociedade a preparação profissional do recém-graduado. Ele será requisito prévio para obter o título ou grau acadêmico, sem substituir o estágio profissional obrigatório. Contrapartida - Para Rubens Bueno, o projeto representa uma alternativa à ideia de cobrar mensalidades dos alunos de graduação do ensino público. “É justo que os estudantes beneficiários da privilegiada experiência de estudar gratuitamente nas melhores instituições de educação superior ofereçam à sociedade, também de forma gratuita, os seus serviços profissionais, pelo menos durante o curto pe