Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo estupro

Primeira-dama do Estado repudia fala de professor sobre estupro à aluna no Pará

  A primeira-dama do Pará, Daniela Barbalho, usou suas redes sociais na manhã deste sábado (27), para repudiar o ato do professor de medicina, Marcus Vinicius Henriques Brito, que durante uma aula do curso no Centro Universitário Metropolitano da Amazônia (Unifamaz), perguntou a uma aluna se ela preferia usar lubrificante ou "no seco", quando fosse estuprada.     O caso ganhou repercussão nacional e revoltou a comunidade acadêmica, gerando protesto em vários municípios paraenses, sobretudo na capital Belém.   Marcus Vinicius foi demitido nesta sexta-feira (26), pela reitoria do Unifamaz e pode ser indiciado criminalmente pela polícia, que instaurou um inquérito para investigar o caso. Na postagem, feita no tuiter, a primeira-dama marca o marido, o governador Helder Barbalho, e manifesta sua ‘total solidariedade à aluna agredida e também à todas que de alguma forma sofrem violências verbais, machistas e sexistas. Daniela Barbalho se diz indignada com o caso do ‘professor

Liderados por Marco Feliciano, deputados pedem medida favorável ao pastor suspeito de estupro

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, negou o pedido de um grupo de deputados liderados por Marco Feliciano pela federalização das investigações contra o pastor Marcos Pereira da Silva. Preso há três meses sob a acusação de estuprar fieis no Rio de Janeiro, ele foi defendido por um grupo de dezessete deputados. Além de Feliciano, eis os nomes dos deputados que defendem o pastor: Pastor Eurico, Francisco Floriano, Adrian Mussi, João Campos, Alexandre Santos, Washington Reis, Jair Bolsonaro, Roberto Lucena, José Olimpio, Leonardo Quintão, Zequinha Marinho, Eduardo da Fonte, Costa Ferreira, Anthony Garotinho, Fernando Jordão, Arolde de Oliveira e Aureo Lídio Moreira Ribeiro. (AE)

Homem preso acusado de estuprar menina de 13 anos

Uma diligência conjunta de policiais civis e militares lotados na cidade de Mojuí dos Campos, no oeste do Pará, resultou na prisão em flagrante de Carlos dos Santos Silva, 21 anos, residente na comunidade São José do Aru, município de Mojuí dos Campos, sob acusação de estupro de vulnerável e posse irregular de arma de fogo. A prisão de Carlos aconteceu no final da tarde do sábado (13), em sua própria casa, onde os policiais resgataram a adolescente de 13 anos de idade, que tinha sido raptada dias antes da casa dos pais, naquela região, e estava na posse do acusado, além terem sido apreendidas várias armas de fogo e munições irregulares que estavam na casa. Toda ação policial começou depois que mãe da adolescente denunciou ao delegado Domingos Djalma Pereira, da Unidade Integrada de Polícia de Mojuí dos Campos, que sua filha de 13 anos tinha sido raptada pelo acusado, que aproveitou o momento em que estava para Santarém e convenceu a vítima a acompanha-lo até sua casa, onde mantivera