Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo mototaxista clandestino

Governo defende ação continuada de combate aos mototaxistas clandestinos

O prefeito Alexandre Von recebeu, na tarde de ontem (4), representantes da diretoria do Sindicato dos Mototaxistas de Santarém. Na ocasião foram discutidos assuntos relacionados, principalmente, ao combate do transporte irregular de passageiro e ao reajuste da tarifa, fixada em R$ 3,00 desde o ano de 2009. Participaram da reunião a secretária de Mobilidade e Trânsito, Heloísa Almeida, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Valdir Matias Jr., o procurador geral do município, José Maria Lima, o chefe de Gabinete, Jaci Barros, e representantes de órgãos ligados à fiscalização: Polícia Militar e Pelotão de Trânsito, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Uma nova reunião deve acontecer entre governo e a categoria na próxima segunda-feira, 10, às 15h. Os mototaxistas reivindicaram, mais uma vez, o combate ao chamado transporte clandestino. O prefeito reiterou que essa é uma questão que não se resolve de um dia para o outro. Von lembrou que a ação deve ter caráter continuado

Mototaxistas não querem novas vagas e cobram fiscalização

A notícia sobre a publicação do edital para a abertura de 380 novas vagas para mototaxistas não agradou tanto assim aos membros do sindicato da categoria e aos próprios permissionários do serviço em Santarém. Atualmente a frota de motos que oferta o serviço de transporte de passageiros no município é de 450 veículos.  Essa modalidade de serviço foi criada no governo do ex-prefeito Lira Maia, sendo totalmente legalizado na gestão de Maria do Carmo. Desde sua criação, porém, por negligência do Poder Público, os trabalhadores legalizados que exercem essa profissão têm sofrido com a concorrência desleal praticada por pessoas sem nenhum conhecimento das leis de trânsito e sem a devida autorização do município para exercer a função.  A falta de fiscalização por parte da Secretaria Municipal de Transporte (SMT), permitiu que o serviço clandestino ampliasse seus domínios e se tornasse uma ameaça aos legalizados. Hoje, a frota circulante de motos transportando passageiros ilegalmente

Insegurança

As autoridades policiais de Santarém precisam manter fiscalização redobrada nas proximidades das agências bancárias do município. A presença de mototaxistas clandestinos causa insegurança aos clientes, que são alvos fáceis dos bandidos travestidos de mototáxis.  Em algumas instituições, há inclusive pontos permanentes para essas pessoas que exercem uma atividade ilegal, permitindo que qualquer pessoa se passe por mototaxista.  A população tem sido vítima constante de criminosos. Na saída de clubes, à noite, os bandidos realizam assaltos e estupros. Em alguns casos, os crimes nem são registrados na polícia, pois as vítimas temem sofrer represálias.