Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo novos es tados

Paraenses rejeitam divisão do estado

Os eleitores paraenses decidiram, em plebiscito realizado neste domingo (11), manter o estado do Pará com o território original, segundo informou às 20h08 o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Ricardo Nunes. A confirmação do resultado foi dada com 78% de urnas apuradas, duas horas depois do término da votação. "Diante do cenário atual, matematicamente, os eleitores do estado do Pará decidiram pela não divisão", afirmou o presidente do TRE paraense. Às 21h20 (horário de Brasília), com 95% das urnas apuradas, o resultado parcial indicava que 66,8% escolheram "não" para a criação do estado de Carajás e 66,3% rejeitaram a criação do estado de Tapajós. Haviam sido apuradas 13.500 das 14.249 urnas do estado. A Justiça Eleitoral registrou abstenção de 25,5%. Do total apurado até este horário, menos de 1% era de votos nulos e 0,49% de brancos. Foram contabilizados os votos de 4,6 milhões (95,8%) dos 4,8 milhões de eleitores paraenses aptos a votar. Com a deci

Plebiscito no Pará: maioria da população é contra novos estados

Às 21h (horário de Brasília), com 92% das urnas apuradas, o resultado parcial do plebiscito indicava que mais de 2,2 milhões (67,3%) votaram contra a criação do estado de Carajás. 66,8% dos votos foram pela rejeição do estado de Tapajós. Na reta final da apuração, o índice de abstenção pernamece na casa dos 25%. Das 14.249 urmas espalhadas pelo estados já foram apurados os votos de mais de 13 mil.

Frente Pró-Tapajós inicia nesta terça campanha de doação

Amanhã (18), a Frente Pró-Tapajós reúne a imprensa santarena para uma coletiva na sede da entidade, na avenida Mendonça Furtado, 2538, bairro Aldeia, e fará a abertura da campanha de doação. Durante o encontro com os jornalistas, os coordenadores vão explicar, entre outras coisas, como está a situação financeira do movimento em Santarém. Desde a última sexta-feira (14), uma peça publicitária está sendo veiculada nas redes sociais. A segunda parte desta peça também será apresentada à imprensa durante a coletiva.