Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo ophir loyola

Doação de sangue é essencial no tratamento e recuperação do paciente oncológico, reforçam especialistas

Durante o ano de 2021, o Hospital Ophir Loyola, que é o Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) do Pará, registrou 4.500 internações e mais de 2.800 cirurgias de médio e grande porte. A transfusão de sangue salvou uma parcela considerável de pacientes que contaram com um gesto voluntário e generoso de desconhecidos para dar seguimento ao tratamento e estabilizar a situação clínica. A cada mês, são realizadas de 600 a 900 transfusões no hospital. E, em alguns meses, esse quantitativo chegou a mil procedimentos. A necessidade por sangue e hemocomponentes, tais como hemácias, plaquetas e plasma é contínua porque são elementos decisivos para a recuperação dos enfermos. Indispensável à vida, o sangue não pode ser comprado ou produzido. A disponibilidade depende exclusivamente de terceiros, principalmente em se tratando dos pacientes onco-hematológicos, que perdem a capacidade de produzir o próprio sangue. Lívia Ramalho é hematologista e responsável técnica pela Agência Transfusiona